quinta-feira, 14 de julho de 2011

palavras são ditas muitas vezes sem pensar.
sem nenhuma reflexão, são lançadas ao mar, no ar.
em mim. em você.
mas, ao contrário, me sinto numa tempestade de palavras não ditas.
numa chuva escura.
tento enxegar uma luz que parace fria.
me sufoco.
quase me afogo.
tento me encontrar neste emaranhado e não consigo.
me perdi de mim.
a falta das palavras fazem isso.
a falta do verbo.
a falta do existir.

Um comentário:

Tatiana Santos disse...

Lindas palavras.... Só isso que consigo dizer.