sábado, 17 de dezembro de 2011

a chuva hoje traz pra mim a incoerência.
a falta de novidade, a falta de verdade.
traz pra mim a ingratidão, a falta do certo.
deveria tudo isso ir embora, junto com cada gota que escorre pelo chão.
mas tudo isso se acumula no tempo.
o que não deveria partir, a decisão.
o que sobra é falta de memória.

Nenhum comentário: