quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

antes e tudo, me sinto bem.
se acaso correr, não será por vontade minha, será por motivos que desconheço.
estou quase feliz.
mas, como a felicidade me entristece, prefiro estar assim, quase.
quase tudo está arrumado, em seu lugar.
o emaranhado virou onda. quem viu, sabe do que digo.
minha metade está inquieto, preocupado, sem sono.
meu amor, quase sempre assim.
se acaso correr, não custa dizer, será para fugir, não de mim, mas dos olhos dos outros.
que me enlaçam cada vez que passo. não sei se por bem, não sei se por mal.
mas é sempre bom dizer, antes de tudo, me sinto bem.

Nenhum comentário: