terça-feira, 17 de abril de 2012

pensamento perdido no tempo
soprando no vento, que está logo ali.
a chuva que cai fina lá fora, me acalenta
me acalma. estou sorrindo.
fecho os olhos e sinto a brisa.
aos poucos a chuva se vai, mas permanece o frio.
apesar do sol.

prefiro fechar os olhos e olhar pra dentro de mim.
me esconder no abrigo que encontrei.
descobrir meus próprios mistérios.
enxergar meus próprios erros.
ser feliz, enfim.

Nenhum comentário: